• MODA
  • LOOK DO DIA
  • SOBRE
  • EQUIPE
  • CONTATO
  • FAQ
  • terça-feira, 21 de dezembro de 2010

    As vezes as coisas são melhores...

    Então eu me encontrava sozinha, já que em casa o clima estava bem ruim, as nuvens pareciam mudar de posição á cada minuto que passava, até que vi um homem se aproximando, ele parecia me olhar um tanto diferente, um pouco curioso e talvez um pouco admirado, enquanto ele ia se aproximando eu contemplava o céu com sua imensidão, eu costumava fazer isso todos os dias que eu me sentia afastada do mundo, ou apenas triste, sempre naquele campo que tinha perto da minha casa. Aquele moço, o qual eu não conhecia, me disse "oi", eu o respondi em um tom baixo, então ele sentou do meu lado, ficou em silencio por alguns instantes até que se pronunciou:
    __As veze as coisas parecem melhores quando não tem ninguém por perto, você se sente melhor sozinha não é mesmo?
    Naquele momento eu ainda estava um pouco assustada, mais eu não sentia medo algum, só curiosidade, até porque eu nem sabia quem era ele, e porque havia chegado daquele jeito singelo pra perto de mim.
    __Eu costumo ficar sozinha, sim.
    __Quando eu tinha mais ou menos sua idade, eu vinha aqui e me sentava nesta grama molhada e escrevia, eu escrevia tudo que se passava nos momento, e não perdia nenhum detalhe, e você gosta de escrever?
    __Eu prefiro ficar sozinha, do que escrever, eu sempre carrego minha cesta com alguns bombons, sanduiches e me sento aqui, quando eu sinto fome eu como, só fico tensa quando as horas vão passando e então eu tenho que voltar pra casa.
    __Voltar? Mas porque não gostar de voltar pra casa?
    __As vezes as coisas parecem melhores quando não tem ninguém por perto, não é mesmo?
    Ele me olhou nos olhos e deu uma risadinha singela, e se calou por alguns instante, até me pedir algo pra comer, eu me virei calmamente e lhe ofereci um bombom.
    __As vezes, sim. Como eu dizia para sua mãe: "Somos um só, então não precisamos de mais ninguém por perto, nós podemos resolver tudo sozinhos" até que ela engravidou, de você. Não sabe quem é seu pai, não é mesmo?
    Eu não estava entendendo muito bem, mais fui juntando os fatos  tudo que eu ouvia em casa, mamãe era nova quando engravidou de mim, e meu pai não pôde mais ver mamãe, porque meu avô não deixava, a culpa toda me fez sucumbir, quando eu nasci. Mas ali, eu sabia com toda a certeza, que ele tinha voltado, mesmo que não fosse pra ficar. Eu abrecei ele como se eu já o conhecesse a  muito tempo, com os olhos cheios de lágrimas ele me disse: "Somos um só, então não precisamos de mais ninguém por perto, nós podemos resolver tudo sozinhos." E alí, naquele campo, que eu me encostava todos os dias, eu encontrei o meu pai, aquele que me fez sentir totalmente especial, nem que fosse apenas por um só momento.

    Para o bloinques
                                  1° lugar no bloinquês

    2 comentários:

    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      ResponderExcluir
    2. Que perfeito.
      com certeza mereceu o primeiro lugar.
      que descrição mais linda de um encontro.
      Parabéns,.

      ResponderExcluir

    Divida conosco sua opnião.